O lado obscuro do design… A Dark Art

God Forbid IV - Constitution Of Treason por Travis Smith “Dark art (em português, Arte escura) é a arte bizarra que é criada digitalmente. Geralmente é a união de várias imagens que levam cicatrizes e sangue para formar uma imagem nova.

O Photoshop é um dos programas mais usados para criar o estilo dark art.

Dark art não é apenas modificar imagens para transforma-las em imagem de medo, mas sim transmitir o que o ser humano tem dentro de si próprio, e uma forma contemporânea de ser expressar.”

Esta é a definição da  Wikipédia para o estilo de arte digital conhecido como Dark Art. Normalmente usada para ilustrar capas de discos de rock, esta tendência vem evoluindo e ganhando cada vez mais adeptos.

Como cita o texto acima, a Dark Art tem como grande destaque a carga dramática forte, que é capaz de expressar atravéz de manipulação de fotos pessoas, objetos e até mesmo ilustrações e pinturas. Dentre os tantos artistas que se valem deste estilo para criação de seus trabalhos, podemos citar nomes mais conhecidos no meio, como Travis Smith, Mattias Norén, Carlos Fides e o premiado, Gustavo Sazes, que além de ser talvez o maior representante deste estilo no Brasil, seja por seus trabalhos com bandas de heavy metal nacionais ou internacionais, é também responsável por trabalhos para diversos artistas como J. Quest, Ivete Sangalo e o Rei Roberto Carlos.

Veja abaixo alguns exemplos de Darkart:

Oficina G3 - Depois da Guerra por Gustavo Sazes Almah - Fragile Equality por Gustavo Sazes Arch Enemy - The Root of All Evil Downhell - Karma por Gustavo SazesDr Sin - Original por Gustavo Sazes Khallice - Inside your Head por Gustavo Sazes Ruined Soul - My Dying Day por Gustavo Sazes Evergray - Torn por Mattias NorénPorspekt por Mattias Norén In Search of Magic Secrets por Vinicius Prates Opeth - The Roundhouse por Travis Smith Perfecto - Primeiro Impacto - por Carlos Fides Por Carlos Fides Evilheart

Até a próxíma!

Anúncios
  1. Muito boa a matéria meu jovem, gostei da explicação.

    • Felipe Soares
    • 9 de março de 2010

    Muito bom o texto, mas ainda acho que a Dark Art faz parte de uma era moderna-evoluida, óbvio. Mas não vamos tirar os méritos, e tudo se encaixa de acordo com os áspectos contemporâneos, é uma evolução progressia da estética e história da arte.

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: